Linha do tempo de Midas

Linha do tempo de Midas


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


Linha do tempo: História do Padrão Ouro

10 de novembro de 2010
1934: O Gold Reserve Act de 1934 dá ao governo o título permanente de todo o ouro monetário e interrompe a cunhagem de moedas de ouro.

Também permite que os certificados de ouro sejam mantidos apenas pelos Bancos da Reserva Federal, colocando os EUA em um padrão limitado de barras de ouro, sob o qual o resgate em ouro é restrito a dólares mantidos por bancos centrais estrangeiros e usuários privados licenciados.

O presidente Roosevelt desvaloriza o dólar aumentando o preço do ouro para US $ 35 a onça.

1933: Para aliviar o pânico bancário, o presidente Franklin D. Roosevelt proíbe a posse privada de todas as moedas de ouro, lingotes e certificados.

1931: a Grã-Bretanha abandona o padrão de barras de ouro.

1929: Grande Depressão, Quebra de Wall Street.

1925: A Grã-Bretanha retorna ao padrão de barras de ouro, com moedas resgatáveis ​​por barras de ouro de 400 onças, mas sem circulação de moedas de ouro.

1914-1919: Um estrito padrão ouro é suspenso por vários países, incluindo Estados Unidos e Grã-Bretanha durante a Primeira Guerra Mundial

1913: A Lei do Federal Reserve especifica que as notas do Federal Reserve sejam lastreadas em 40% em ouro.

1900: O Gold Standard Act coloca os Estados Unidos oficialmente no padrão ouro, obrigando os Estados Unidos a manter uma taxa de câmbio fixa em relação a outros países no padrão ouro. Isso durou até 1919, quando a Primeira Guerra Mundial forçou os Estados Unidos e a Grã-Bretanha a suspendê-la.

1873: Como resultado das revisões contínuas das leis de cunhagem e cunhagem, a prata é eliminada como padrão de valor e os Estados Unidos passam a ter um padrão ouro não oficial.

1848: A corrida do ouro na Califórnia foi desencadeada quando John Marshall encontrou flocos de ouro enquanto construía uma serraria.

1837: O peso do ouro em dólares americanos é reduzido para 23,22 grãos, de modo que uma onça troy fina de ouro é avaliada em

1817: A Grã-Bretanha apresenta o soberano, uma pequena moeda de ouro avaliada em uma libra esterlina

1816: A Grã-Bretanha vincula oficialmente a libra a uma quantidade específica de ouro na qual a moeda britânica é conversível.

1804-1828: A Carolina do Norte forneceu todo o ouro doméstico cunhado pela Casa da Moeda dos EUA na Filadélfia como moeda.

1803: O ouro é descoberto em Little Meadow Creek, Carolina do Norte, dando início à primeira corrida do ouro nos Estados Unidos.

1799: Uma pepita de ouro de 17 libras é encontrada em Cabarrus County, Carolina do Norte, a primeira descoberta de ouro documentada nos Estados Unidos.

1792: A Coinage Act coloca os Estados Unidos em um padrão bimetálico de prata-ouro e define o dólar americano como equivalente a 24,75 grãos de ouro fino e 371,25 grãos de prata fina.

1787: Primeira moeda de ouro dos EUA cunhada por Ephraim Brasher, um ourives

1700: O ouro foi descoberto no Brasil, que se tornou o maior produtor de ouro em 1720, com quase dois terços da produção mundial.

Isaac Newton, como Mestre da Casa da Moeda, fixa o preço do ouro na Inglaterra em 84 xelins, 11,5 pence por onça troy. A Comissão Real, composta por Newton, John Locke e Lord Somers recomenda um recall de todas as moedas antigas, a emissão de novas espécies com relação ouro / prata de 16 para 1.

O preço do ouro assim estabelecido por mais de 200 anos

1377: a Inglaterra muda para um sistema monetário baseado em ouro e prata

1284: a Inglaterra emite sua primeira grande moeda de ouro, o florim. Isto foi seguido logo pelo nobre e mais tarde pelo anjo, coroa e guiné.

1284: Veneza apresenta o ducado de ouro, que logo se torna a moeda mais popular do mundo e permanece assim por mais de cinco séculos.

1066 DC: Com a conquista normanda, um padrão de moeda metálica é finalmente restabelecido na Inglaterra com a introdução de um sistema de libras, xelins e pence. A libra é literalmente uma libra de prata esterlina.

50 AEC: Os romanos começaram a emitir uma moeda de ouro chamada aureus.

560: As primeiras moedas feitas exclusivamente de ouro são cunhadas na Lídia, um reino da Ásia Menor.

1091: Pequenos quadrados de ouro são legalizados na China como forma de dinheiro

1500: O ouro tornou-se reconhecido como um meio de troca padrão para o comércio internacional, visto que as imensas regiões produtoras de ouro da Núbia tornaram o Egito uma nação rica. O antigo Egito deixou para trás um rico legado de ouro.

Fontes: National Mining Association e World Gold Council

James West

Editor e Editora

James West fundou a Midas Letter em 2008 e desde então cobre o melhor das pequenas empresas canadenses e americanas. Ele cobre economia global, política monetária, evolução geopolítica, corrupção política, commodities, cannabis e criptomoedas. Como participante ativo do mercado, James não é jornalista e invariavelmente está discutindo mercados.
Mais informações.

[email & # 160 protegido] | Facebook | Twitter

A Carta Midas é fornecida apenas como uma fonte de informação e não deve ser interpretada de forma alguma como um conselho de investimento. James West, autor e editor da Carta Midas, não está autorizado a fornecer conselhos aos investidores e fornece essas informações apenas aos leitores interessados ​​em saber em que ele está investindo e como toma essas decisões.

Investir em empresas públicas emergentes envolve um alto grau de risco e os investidores nessas empresas podem perder todo o seu dinheiro. Sempre consulte um profissional de investimento devidamente credenciado em sua jurisdição antes de tomar qualquer decisão de investimento.

A Midas Letter ocasionalmente aceita taxas de publicidade e patrocínio de empresas públicas apresentadas neste site. James West e / ou Midas Letter também podem receber remuneração de empresas afiliadas a empresas apresentadas neste site. James West e / ou Midas Letter também investe em empresas neste site e, portanto, os leitores devem considerar todas as informações contidas neste site como tendenciosas.


1900 — 1950

A Colt colocou no mercado uma pistola semiautomática de recuo, calibre 38, projetada pela Browning. Foi a primeira pistola semiautomática dos Estados Unidos.

8 de fevereiro de 1900
A primeira das quatro patentes foi registrada na revolucionária espingarda de carregamento automático. Seria fabricado pela Fabrique Nationale em 1903 e pela Remington Arms Company em 1905.

6 de outubro de 1900
O primeiro rifle de alta potência de carregamento automático bem-sucedido recebeu a patente nº 659.786. Os direitos de fabricação e venda nos EUA foram concedidos à Remington Arms Company, e o rifle apareceu pela primeira vez em 1906 como o Modelo 8.

16 de julho de 1901
Browning apresentou uma pistola semiautomática calibre 32 para a Colt, que a aceitou imediatamente. O acordo de marketing estipulava que o preço da pistola seria baixo o suficiente para competir com os revólveres da época.

Janeiro de 1902
Em uma discordância sobre a aceitação pública da espingarda de carregamento automático, John Browning rompeu seu relacionamento de 19 anos com T.G. Bennett de Winchester.

8 de janeiro de 1902
Foi marcada uma nomeação para mostrar a nova espingarda ao Sr. Marcellus Hartley de Remington. Esta reunião foi cancelada pela morte prematura do Sr. Hartley naquela tarde.

Fevereiro de 1902
Com sua espingarda de carregamento automático bem debaixo do braço, John Browning embarcou em sua primeira viagem oceânica. Ele ofereceria a nova espingarda à Fabrique Nationale.

24 de março de 1902
Um contrato foi assinado concedendo à FN direitos mundiais exclusivos para fabricar e vender a espingarda de carregamento automático.

10 de julho de 1903
O pedido de patente foi apresentado em uma espingarda de ação de bomba que se tornaria o Stevens Modelo 520.

Verão, 1903
A pedido da FN, Browning desenvolveu uma pistola militar semi-automática de 9 mm.

1904
Diante de tarifas restritivas, a FN concordou em ceder à Remington os direitos de fabricar e vender a espingarda de carregamento automático nos Estados Unidos.

21 de junho de 1909
Foi feito o pedido de patente de uma pistola semiautomática calibre 25. Foi fabricado e vendido pela FN e pela Colt. Faz parte da linha Browning Arms Company de 1955 a 1969.

17 de fevereiro de 1910
As patentes foram depositadas em uma pistola semiautomática calibre 45. Serviu como arma militar oficial dos Estados Unidos por quase 75 anos.

26 de novembro de 1913
A patente foi registrada para uma espingarda de bombeamento que seria comercializada como Remington Modelo 17. Era a última espingarda repetidora de John M. Browning.

6 de janeiro de 1914
As patentes foram concedidas e a produção começou em um rifle calibre 22 semiautomático. A Remington também produziu este rifle como o Modelo 24.

27 de fevereiro de 1917
Primeira demonstração pública da metralhadora pesada calibre Browning 30 em Congress Heights, Washington, D.C.

Julho de 1917
Começou a trabalhar na metralhadora refrigerada a água calibre 50. Concluída tarde demais para a Primeira Guerra Mundial, esta arma militar desempenhou um papel importante na Segunda Guerra Mundial e na Coréia.

1º de agosto de 1917
Pedido de patente depositado sobre o rifle automático Browning. O bar. viu o combate pela primeira vez em 1918.

26 de julho de 1919
Pedido de patente depositado em um rifle de ação 22 bomba que seria produzido exclusivamente pela Fabrique Nationale.

Início de 1921
John M. Browning começou a trabalhar em seu primeiro canhão de aeronaves de 37 mm.

15 de outubro de 1923
A primeira das duas patentes foi registrada na espingarda sobreposta / inferior sobreposta.

28 de junho de 1923
O pedido de patente foi feito para uma pistola semiautomática de 9 mm de recuo curto, culatra travada e martelo exposto. Este foi o último desenvolvimento de pistola de John M. Browning.

26 de novembro de 1926
John Moses Browning morreu de insuficiência cardíaca em Liege, Bélgica. O grande fabricante de armas largou suas ferramentas.

Setembro de 1927
J.M. & amp M.S. A Browning Company foi constituída em Utah com a Browning Arms Company como subsidiária.

1930
Estabelecimento do centro de distribuição e organização de vendas de St. Louis. Ogden continuou sendo a sede, dirigindo todas as atividades.

1931
A espingarda superposta foi introduzida na linha Browning Arms Company.

1936
Foi lançado o Auto-5 & quotSweet Sixteen & quot.


1940-42
Depois que a ocupação alemã interrompeu a produção belga, a Remington fez um Auto-5 de fabricação americana para a Browning. Este era o Modelo 11 deles, mas incluía o corte da revista, que não fazia parte do Modelo 11. Era chamado de Browning americano.

1945-47
A Remington retomou a fabricação do Auto-5 de fabricação americana para a Browning até a produção descontinuada do Modelo 11 para apresentar seu novo autoloader 11-49.

1946
FN retoma a produção do Auto-5.

Junho de 1948
Lançado o Light 12 Auto-5, o 12 gauge Superposed reintroduzido no mercado americano.

1949
Introduzido novo medidor 20 Superposto.


Para obter uma versão atualizada deste documento, consulte a & # 038 # 8220-paged & # 038 # 8221- Linha do tempo dos mercados de previsão.

CRONOLOGIA & # 038amp- HISTÓRIA: Linha do tempo de mercados de previsão

Sinta-se à vontade para postar um comentário ou entrar em contato comigo, e eu corrigirei ou adicionarei um factoide. Obrigado.

# 1. Mercados de previsão históricos

De acordo com Paul Rhode e Koleman Strumpf, os mercados de previsão quase nunca erraram ao prever as 19 eleições presidenciais que ocorreram de 1868 a 1940. (PDF)

# 2. Os três fundadores da Iowa Electronic Markets (Robert Forsythe, Forrest Nelson e George Neumann)

& # 038 # 8220-Executamos nosso primeiro mercado em 1988. Não tínhamos aprovação regulamentar naquele momento, então estávamos restritos apenas à comunidade da Universidade de Iowa. Tínhamos menos de 200 traders e menos de $ 5.000. & # 038 # 8221- & # 038 # 8211- [Robert Forsythe & # 8211 arquivo PDF]

& # 8211 [CFTC & # 8217s carta sem ação para o arquivo PDF IEM & # 8211 1992 & # 8211]

& # 8211 [CFTC & # 8217s carta sem ação para o arquivo PDF IEM & # 8211 1993 & # 8211]

# 3. Robin Hanson

a) Robin Hanson configurou e executou uma troca de previsão rudimentar (uma placa de mercado, arquivo PPT) em 24 de janeiro de 1989. O resultado a prever era o nome do vencedor de uma festa de pôquer.

b) Até prova em contrário, parece que Robin Hanson foi o primeiro a configurar e executar uma troca de previsão corporativa & # 038 # 8212-at Xanadu, Inc., em abril de 1989. Veja: A 1990 Corporate Prediction Market + O anonimato é importante para funcionários que negociam em mercados internos de previsão.

Robin Hanson: & # 038 # 8220-Comecei um mercado em Xanadu sobre fusão a frio em abril de 1989. Em maio de 1990, comecei um mercado lá para saber se o produto deles seria entregue antes da morte de Deng. & # 038 # 8221-

c) Até evidência do contrário, parece que Robin Hanson foi o primeiro a criar e administrar um monte de mercados de previsão baseados na imaginação. Veja o Murder Mystery Evening descrito por Barney Pell & # 038 # 8212-cerca de 8 de junho de 1989.

d) Até prova em contrário, parece que Robin Hanson foi o primeiro a escrever um artigo sobre mercados de previsão criados e existentes principalmente por causa das informações em seus preços (em oposição aos mercados criados principalmente para especulação e hedge).

e) Robin Hanson foi o padrinho da Foresight Exchange (criada em 1994) e da NewsFutures (criada em 2000).

f) Robin Hanson inventou os conceitos de mercados de decisão (PDF) e mercados de auxílio à decisão.

g) Robin Hanson inventou um novo design de mercado (para o mercado de análise de políticas de 2000-2003 & # 038 # 8242-s), o Regras de pontuação de mercado, uma mistura entre CDA e regras de pontuação & # 038 # 8212 - agora em uso para a maioria dos mercados de previsão de empresas e bolsas de previsão de dinheiro fictício públicas. Observe que o MSR é usado principalmente em uma versão unidimensional, mas muitos pesquisadores estão interessados ​​em sua versão combinatória.

# 4. Outras bolsas de previsão públicas pioneiras (bolsas de apostas, bolsas de derivativos de eventos) e inventores / inovadores / empreendedores

a) A Foresight Exchange foi fundada em 22 de setembro de 1994 por Ken Kittlitz, Sean Morgan, Mark James, Greg James, David McFadzean e Duane Hewitt. A Foresight Exchange é uma bolsa de previsão de dinheiro de mentira (bolsa de apostas) administrada por um grupo aberto de voluntários. Ela foi a pioneira nos mercados de previsão de dinheiro virtual, criados e gerenciados por usuários. Qualquer pessoa pode ingressar no Foresight Exchange e interagir com o resto da organização baseada na web. Um juiz independente (independente do proprietário da reclamação) devem ser nomeados entre os voluntários. [Portanto, não é & # 8220DYI mercados de previsão & # 8221.]

c) BetFair foi fundada em 1999 por Andrew Black e Edward Wray, e foi lançada na Inglaterra em junho de 2000. A partir de hoje, BetFair é a maior bolsa de previsões do mundo (bolsa de apostas, bolsa de derivativos de evento).

d) NewsFutures foi fundada em março de 2000 e lançada em setembro de 2000 na França e em abril de 2001 nos EUA por Emile Servan-Shreiber e Maurice Balick. Veja: Linha do tempo NewsFutures. NewsFutures foi a primeira bolsa a permitir que as pessoas comprassem ou vendessem contratos para cada lado de um evento de resultado binário. A vantagem desse design é que ele evita a necessidade de & # 038 # 8220-shorting & # 038 # 8221-, uma noção que tende a confundir os traders novatos. Posteriormente, o NewsFutures estende essa abordagem para lidar com eventos de resultados n-ários enquanto implementa a arbitragem automática.

e) TradeSports foi lançado na Irlanda em 2002 por John Delaney. InTrade foi posteriormente adquirido e tornou-se uma bolsa de previsões não esportivas (bolsa de apostas). A partir de hoje, InTrade é a maior bolsa de apostas no mercado norte-americano & # 038 # 8212 - onde as bolsas de apostas ainda são ilegais. Já o TradeSports fechou no final de 2008, infelizmente.

# 5. The Policy Analysis Market Brouhaha

a) Robin Hanson foi o principal economista por trás o 2000–2003 US DoD & # 038 # 8217-s DARPA & # 038 # 8217-s IAO & # 038 # 8217-s Projeto FutureMAP – Policy Analysis Market. (Para este projeto, Robin Hanson inventou um novo design de mercado, as Regras de Pontuação de Mercado.) Em 28 de julho de 2003, dois senadores democratas dos Estados Unidos pediram o encerramento do PAM, a grande mídia deu tempo de exibição a seus argumentos e o Departamento de Defesa dos EUA encerrou rapidamente o programa FutureMAP do IAO & # 038 # 8217-s.

b) A segunda ramificação do programa 2000–2003 US DoD & # 038 # 8217-s DARPA & # 038 # 8217-s IAO & # 038 # 8217-s FutureMAP foi administrada pelo Iowa Electronic Markets e destinava-se a prever a pandemia de SARS. (Este projeto mais tarde deu origem ao IEM & # 038 # 8217-s Influenza Prediction Market.)

# 6. James Surowiecki & # 038 # 8217-s A sabedoria das multidões

# 7. Trocas de previsões públicas recentes (bolsas de apostas, bolsas de derivativos de eventos) e inventores / inovadores / empreendedores

a) HedgeStreet com sede nos EUA e regulamentado pelos EUA foi lançado em 2004 por John Nafeh, Russell Andersson e Ursula Burger. Um mercado de contrato designado (DCM) e uma organização de compensação de derivativos registrada (DCO), o HedgeStreet está sujeito à supervisão regulatória da Commodity Futures Trading Commission (CFTC). Em novembro de 2006, o IG Group comprou o HedgeStreet por US $ 6 milhões.

b) O Inkling Markets foi lançado em março de 2006 e co-pioneira (com a CrowdIQ, que mais tarde surgiu) o conceito de DIY, mercados de previsão de dinheiro de mentira.

c) Em setembro de 2006, TradeSports-InTrade foi a primeira bolsa de previsão (bolsa de apostas, bolsa de futuros de eventos) a aplicar o conceito de Grupos X de Chris Masse. Consulte: Mercados de previsão TradeSports-InTrade sobre classificações de aprovação de Bush.

d) HubDub foi lançado no início de 2008 e é a segunda bolsa de previsão de dinheiro fictício mais popular, atrás apenas do HSX.

# 8. Mercados de previsão empresarial

a) Até prova em contrário, parece que Robin Hanson foi o primeiro a configurar e executar um intercâmbio de previsões corporativas & # 038 # 8212-at Xanadu, Inc., em abril de 1989. Consulte: A 1990 Corporate Prediction Market + O anonimato é importante para funcionários que negociam em mercados internos de previsão.

b) No 1996&#8211-1999 período, HP executou uma série de mercados internos de previsão para prever as vendas de suas impressoras.

c) Eli Lilly patrocinou 10 mercados públicos de previsão em nível de indústria em Abril de 2003 (na troca de previsões do NewsFutures).

d) Eli Lilly começou a usar mercados internos de previsão em Fevereiro de 2004 (alimentado por NewsFutures).

f) Desde então, muitas empresas que vendem serviços de software para mercados de previsão empresarial foram criadas.

# 9. Disputas entre comerciantes e bolsas

a) O escândalo do mercado de previsão de mísseis da Coréia do Norte que estourou em julho de 2006 é, até hoje, o maior escândalo que abalou o campo dos mercados de previsão.


Avaliações da comunidade

Eu sinto que preciso prefaciar isso com o fato de que eu nunca teria lido este livro, não fosse por uma atribuição de trabalho (eu li uma prova não corrigida de pré-lançamento, para ser claro). Mas estou muito contente de ter sido "forçado" a isso, pois achei uma visão geral muito interessante de alguns pontos da história sobre os quais nunca pensei antes - a corrida do ouro do norte de Ontário em particular - bem como uma reflexão bem elaborada sobre as ações dos muito ricos, da Segunda Guerra Mundial e das tensões raciais nas colônias britânicas, um sinto que preciso prefaciar isso com o fato de que eu nunca teria lido este livro, se não fosse por uma atribuição de trabalho (eu li um pré-lançamento não corrigido prova, para ser claro). Mas estou muito feliz por ter sido "forçado" a isso, pois achei uma visão geral muito interessante de alguns pontos na história que eu nunca tinha pensado antes - a corrida do ouro do norte de Ontário em particular - bem como uma construção cuidadosamente construída reflexão sobre as ações dos muito ricos, a Segunda Guerra Mundial e as tensões raciais nas colônias britânicas, tudo contado através do perfil de um homem que teve sorte e encontrou o ouro.

Parte da razão pela qual eu nunca teria escolhido o livro é que ele é a biografia de um homem branco rico da história, e eu acho que a história da América do Norte em geral é composta por muitos deles. A perspectiva não me interessa mais. Mas Gray argumenta com sucesso através deste livro que vale a pena conhecer melhor o homem, Harry Oakes, fora da história sensacionalista de seu assassinato. E depois de terminar este livro, eu concordo. E isso menos por causa do próprio homem - ele era na verdade um tanto desagradável - mas porque ele se cruzou com tantos pontos interessantes da história. Ele trabalhou como um louco até que o boom da mineração de ouro na área do Lago Kirkland o tornou um milionário. Ele desenvolveu as Cataratas do Niágara. Ele escapou do pagamento de impostos indo para as Bahamas e, talvez, inadvertidamente, tomou o lado dos bahamenses negros colonizados, dando-lhes trabalho e pagando-lhes um pouco mais do que o salário normal. Ele conviveu com o duque de Windsor e Wallis Simpson em uma época em que foram exilados da Grã-Bretanha. Seu melhor amigo basicamente fez das Bahamas o destino que elas se tornaram. Há muitos pontos de contato interessantes aqui - e depois há o assassinato.

Eu não recomendaria necessariamente o livro para o mistério do assassinato, embora Gray certamente passe muito tempo nisso. Ela deixa bem claro que seu verdadeiro propósito é contextualizar Oakes de uma forma que ninguém nunca fez antes. E estou feliz que ela tenha feito isso, porque eu aprendi muito enquanto examinava seu estilo incrivelmente minucioso e, ainda assim, muito fácil de ler. . mais

Midas assassinado: um milionário, sua mina de ouro e uma estranha morte em uma ilha paradisíaca por Charlotte Gray | 24 de setembro de 2019 HarperCollins Publishers Ltd. 319 páginas

Tanto o Lago Kirkland quanto as Bahamas foram notícia em 2019. Lago Kirkland pela celebração de seu 100º aniversário e nas Bahamas devido ao furacão Dorian que causou danos catastróficos à ilha e seus residentes. No entanto, historicamente, o evento mais famoso envolvendo ambas as comunidades foi o assassinato de Sir Harry Oakes. Inde Murdered Midas: Um Milionário, Sua Mina de Ouro e uma Estranha Morte em uma Ilha Paraíso por Charlotte Gray | 24 de setembro de 2019 HarperCollins Publishers Ltd. 319 páginas

Tanto o Lago Kirkland quanto as Bahamas foram notícia em 2019. Lago Kirkland pela celebração de seu 100º aniversário e nas Bahamas devido ao furacão Dorian que causou danos catastróficos à ilha e seus residentes. No entanto, historicamente, o evento mais famoso envolvendo ambas as comunidades foi o assassinato de Sir Harry Oakes. Na verdade, foi o crime do século passado.

O mistério em torno da morte do magnata da mineração atraiu vários escritores. “Uma mina de ouro. Um milionário. Uma ilha paradisíaca. Um assassinato não resolvido. Uma fortuna perdida ”. Realeza britânica, conexões nazistas. A lista de intrigas continua. Uma história muitas vezes escrita, mas agora como só Charlotte Gray pode contar. Sua formidável curiosidade, pesquisa e narrativa resultaram em uma consideração equilibrada da tragédia e da vida de Sir Harry.

Na visão geral do livro de HarperCollins: “em uma ilha paradisíaca em 1943, Sir Harry Oakes, magnata da mineração de ouro, filantropo e homem mais rico do Império, foi assassinado. A notícia de sua morte se espalhou por todo o mundo de língua inglesa, de Londres, o centro imperial, à remota cidade mineradora canadense de Kirkland Lake, no mato norte de Ontário.

As camadas de mistério se aprofundaram à medida que o envolvimento do genro de Oakes, o conde Alfred de Marigny, foi rapidamente questionado, assim como as estranhas maquinações do governador das Bahamas, o ex-rei Eduardo VIII. Apesar de um julgamento sensacional, nenhum assassino foi condenado. Os rumores eram implacáveis ​​sobre a fortuna perdida de Oakes, e o fascínio pela história de Oakes persistiu por décadas.

A premiada biógrafa e historiadora popular Charlotte Gray explora, pela primeira vez, a vida do homem por trás do escândalo, um homem que foi insultado e admirado - desde seus primeiros dias difíceis de exploração de mineração, até sua explosão de riqueza, aos seus grandiosos gestos de filantropia. Gray traz novos olhos para a investigação desastrada e julgamento chocante nas ruas remotas da ilha colonial, propondo um suspeito esquecido neste longo caso arquivado. Midas assassinado é a história do homem por trás das manchetes dos jornais, que, apesar de sua riqueza e posição, nunca foi capaz de fazer justiça. ”

Algumas das curiosidades históricas de ouro incluem: em 1576, Martin Frobisher, enquanto procurava a Passagem do Noroeste, enviou um navio carregado de pedras de volta à Inglaterra. Descobriu-se que eram piritas de ferro ou ouro tolo. Em 1686, o Chevalier de Troyes liderando uma expedição militar a James Bay, enviou rochas do Lago Temiskaming de volta para a cidade de Quebec, onde passaram despercebidas. No final da década de 1880, a mina de chumbo de prata Wright havia sido instalada no local. Em 1883, enquanto o CPR estava sendo construído, o níquel foi descoberto em Sudbury. No entanto, não foi até que Temiskaming e a Ferrovia do Norte começaram a empurrar para o norte, os campos de mineração de prata e ouro começaram. A corrida do Cobalto em 1903, Larder Lake em 1906, seguido por Porcupine em 1909 e Kirkland Lake, a leste da Suástica, onde em 1911, o ano em que um empobrecido garimpeiro americano, Harry Oakes fez suas primeiras reivindicações.

A maioria dos escritores, incluindo Charlotte Gray, lida com o caráter abrasivo e temperamento mercurial de Harry como a psicologia de um explorador solitário que enlouqueceu. Outra explicação pode ser a exposição à poeira mineral seca. Embora ele não tenha trabalhado no subsolo até dirigir seu primeiro poço, Oakes dedicou longas horas ao longo de muitos anos esculpindo amostras de superfície, usinando aço para descer e, eventualmente, perfurando mecanicamente para fazer as minas Toburn e Lake Shore funcionarem. Os mineiros costumam apresentar os primeiros sintomas de demência e isso também pode ter afetado o último Sir Harry. Certamente ele tinha dificuldades em se relacionar com as mulheres, mas se dava bem com a astuta e obstinada Rosa Brown.

Rosa era uma emigrada judia húngara que administrava uma pensão, uma padaria e uma lavanderia. Ela se revestiu de tudo o que era da realeza britânica, incluindo a Union Jack, e caminhou, seguida por sua matilha de cães leais. Outro personagem foi a socialite britânica Unity Valkyrie Mitford. Um anti-semita raivoso e filha do Barão David Freeman-Mitford Redesdale, que tinha uma reivindicação de mineração entre Swastika e Kirkland Lake, onde ele passou muitos verões e Unity iria visitar. Unity teve um relacionamento com Adolf Hitler e havia rumores de que era a mãe de seu filho amado. Especulou-se que a suástica NAZI foi simbolizada por um amuleto de boa sorte que ela usaria.

A grande história das mulheres de Kirkland Lake nunca foi contada. Altas taxas de alistamento de mineiros durante duas guerras mundiais e as mortes e mutilações no subsolo, juntamente com a demissão indiscriminada de homens, colocaram um enorme fardo nas mulheres, algumas delas exploradas sexualmente quando imploravam por apoio para suas famílias. A indignação culminou na amarga greve dos mineiros de 1941-42, onde duas mil mulheres apoiaram os mineiros marchando no frio do inverno pelo reconhecimento do sindicato, pelo direito de negociação coletiva e melhores condições de trabalho. Jennifer Wynn Weber em sua peça dramática publicada como um livro em 2019 sobre as “garotas do Lago Kirkland” que ajudaram a organizar e apoiar a greve. Com corações brilhantes é a história de como mulheres comuns trabalharam juntas para mudar o mundo (e fizeram).

Uma história que não está neste livro é sobre a ordem de Harry para seus homens. Saindo do turno do subsolo, eles foram alinhados e humilhados por ter que fazer xixi em baldes. Harry Oakes instalou um telhado de cobre no “Chateau”, o edifício gigante de toras que agora é o Museu Kirkland Lake de História do Norte. Para tornar o cobre verde, a urina ácida dos mineiros era derramada sobre o cobre. Lembre-se, isso foi em uma época em que os estábulos de cavalos de trabalho ficavam próximos.

Enquanto Gray é equilibrado em seu tratamento do personagem de Sir Harry Oakes, para entender completamente a inimizade mais ampla dos mineiros em relação aos operadores de minas, uma boa referência é um livro intitulado, Lembre-se de Kirkland Lake, The Gold Miners Strike de 1941-42, de Laurel Seton McDowell, 1983. Condições de trabalho inseguras, especialmente no subsolo, onde havia mortes e ferimentos consideráveis, baixos salários, posse insegura e custos de vida crescentes, precisavam ser resolvidos. O mineiro médio no campo era forçado a viver “muito perto da linha” e frequentemente ficava inadimplente com contas não pagas, resultando em ações judiciais por dívidas. A insatisfação era galopante. “Na noite de 18 de novembro de 1941, o turno da noite em oito das minas não se apresentou para o trabalho. o (Toronto) Star relatou que 3850 dos 4300 trabalhadores entraram em greve ”.

Incapaz de encontrar uma arma fumegante apontando para quem matou Sir Harry, a suspeita volta para aqueles que tinham um motivo. Seu genro Alfred de Marigny foi julgado e considerado inocente. Harold Christie, o corretor de imóveis que transformou a pobre colônia em uma meca para os super-ricos, tinha muito a perder se Oakes abandonasse as Bahamas. Além disso, Sir Harry tinha muitos inimigos do passado que poderiam ter feito dele uma visita final de retribuição. Infelizmente, a investigação fracassada e a destruição descuidada da cena do crime arruinaram as chances de encontrar o verdadeiro culpado. Embora Charlotte Gray não tenha deixado nenhuma folha levantada, quem sabe o que um futuro escritor pode descobrir. Provavelmente, a última palavra sobre o assassinato de Sir Harry Oakes ainda está por vir.

O autor, no espírito de um verdadeiro detetive, segue o dinheiro. “Havia uma complicada rede de conexões entre o duque de Windsor, Wenner-Grenn (um financista sueco-alemão), Christie (promotor imobiliário das Bahamas) e Oakes, além do General Camacho (irmão do presidente do México) que lideraria à especulação sobre transferências ilícitas de moeda e ouro destinadas a colocá-los fora do alcance do governo britânico. ” O que aconteceu com a fortuna de Oakes, uma quantidade considerável havia desaparecido. Foi para um banco criado no México? Continuou a financiar a rede NAZI após a guerra?

Se Charlotte Gray visitar Kirkland Lake novamente, ela ficará surpresa ao ver um novo quadro de cabeça na rodovia no lado oeste da cidade. Ela foi um pouco prematura em prever o fim da comunidade. No desfile do 100º aniversário, famílias jovens se alinhavam na estrada do governo. Novos “barracos” (casas) foram construídos e alguns dos mineiros estão começando a ficar na cidade em vez da longa viagem de comunidades maiores. Como Harry Oakes indo contra a mineração de sabedoria convencional sob o lago, Kirkland Lake Gold está minerando ao sul da cidade (complexo sul). A empresa possui grandes reservas provadas e está adquirindo novas propriedades. Ela passou de uma empresa de mineração júnior a média, com produção de quase 1.000.000 onças por ano, entre as minas canadenses e australianas. A velha cidade do ouro ainda não morreu.

Gray é escrupulosa em sua pesquisa e incluiu notas finais precisas e referências a artigos de jornal, não como notas de rodapé na parte inferior das páginas do livro, mas separadamente em seu site (Charlottetown Gray)

O livro é uma ótima leitura e de apelo ao público internacional.

O revisor, Paul Filteau, é natural de Kirkland Lake e agora mora em Thunder Bay, Ontário. Ele escreve sobre a história e questões atuais relacionadas ao norte de Ontário. Ele era um colaborador regular da infelizmente extinta Revista High grader. Ele foi o autor de artigos de 2019 sobre Sir Harry Oakes, bem como, Children of the Slimes, para a edição do 100º Centenário, Celebrating Kirkland Lake, As Good As Gold. mais


Scout 80 Campermobile

A cultura do acampamento na década de 1950 e no início da década de 821760 era enorme. O Scout 80 ajudou a fomentar o entusiasmo pelo ar livre com sua variante Campermobile especial, lançada em 1963. Entre as variantes mais raras que existem, você teria sorte de encontrar uma delas por aí, e mais sorte ainda se estivesse em uma forma confiável. O veículo de acampamento totalmente integrado dos anos 80 por excelência estava na vanguarda para o seu tempo, com beliches que se desdobravam nas laterais, um conjunto de dinette embutido, cozinha independente e banheiro. Devido à escassez de pedidos, poucos foram produzidos e menos ainda comprados. A fabricação de má qualidade levou o Campermobile a ficar sujeito a desmoronar em terrenos acidentados, e a pouca afeição do público pelo design levou à compra de menos de 100 unidades.

Foto: New Legend 4 & # 2154

Nossa herança

Em 1888, o médico e proprietário da drogaria, Dr. Wallace C. Abbott, começou a produzir medicamentos precisos e cientificamente formulados com o objetivo de fornecer terapias mais eficazes aos pacientes e aos médicos que prestam seus cuidados.

Under the pioneering leadership of Dr. Abbott, our company was among the founders of the scientific practice of pharmacy, expanding its business to meet rising global health needs by championing new areas of medical research. By continually entering new areas—both scientific and geographic—we've established a now long-standing tradition of helping people live healthier lives around the world.

A HISTORY OF NURTURING HUMAN POTENTIAL
Dr. Abbott’s spirit of entrepreneurship, innovation and caring lives on in our culture, our business and our contributions to medical science. Read below for historical moments that highlight our pursuit of the extraordinary throughout the years.

  • 1888: Production of “alkaloidal” medicine granules by Dr. Wallace C. Abbott, a 30-year-old practicing physician, begins in the rear of his People's Drug Store in Chicago. Remedies contain the active ingredients of plants and herbs. First-year total sales reach $2,000.
  • 1894: Incorporated as the Abbott Alkaloidal Company. Abbott is a medical publisher as well as a manufacturer.
  • 1907: Expansion outside the United States for the first time with an office in London, England.
  • 1916: Production of our first synthetic medicine, Chlorazene, a breakthrough antiseptic developed by British chemist Dr. Henry Dakin to treat wounded soldiers in World War I.
  • 1922: Development of Butyn by scientists Dr. Ernest Volwiler and Dr. Roger Adams, the first in a long line of breakthrough anesthetics to come from our company.
  • 1929: Initial public offering provides shares for the first time in the year of the stock market crash that began the Great Depression. While the timing seems inauspicious, our stock grows in value from that first day—and approximately 10,000 times over so far.
  • 1932: Expansion continues even at the height of the Great Depression thanks to our leadership in new fields such as vitamins and intravenous solutions. "Few of the leading industrial organizations of the country," notes Nation's Commerce magazine, "can show a sounder record for the past year than the Abbott Laboratories."
  • 1935: Introduction of Pentothal, which will be the world’s leading anesthetic for years to come and win our inventors, Dr. Volwiler and Dr. Donalee Tabern, induction into the U.S. National Inventors Hall of Fame.
  • 1942: Abbott joins a consortium of pharmaceutical makers, at the behest of the U.S. Government, to ramp up production of penicillin for wartime use. Together we increase production more than 20,000%.
  • 1959: Adoption of our Abbott "A" logo, a classic of industrial design that remains the cornerstone of our visual identity to this day.
  • 1960: Reinvention in the 1960s under President George Cain is featured in the 2001 best-seller, Good to Great: Why Some Companies Make the Leap. and Others Don't. Author Jim Collins chose us as one of 11 companies, out of 1,435, that had the product, service, organizational and people quality to engender truly great performance.
  • 1964: Acquisition of M&R Dietetics, with its popular baby formula, Similac, makes us a leader in nutrition.
  • 1972: Introduction of the ABA-100 blood chemistry analyzer as well as Ausria, a breakthrough radioimmunoassay test for detecting serum hepatitis. This marks the beginning of our modern diagnostics business, in which we quickly became a world leader.
  • 1985: Approval of the first licensed test to identify the HIV virus in blood, helping to secure the safety of the blood supply. This is one of our greatest achievements and the first significant medical victory against what had, until then, seemed an unstoppable threat.
  • 1998: Introduction of Glucerna, a group of cereals, health shakes and snack bars formulated specifically for diabetics and others with dietary restrictions.
  • 2002: FDA approval of Humira, the first fully-human monoclonal antibody drug. It will go on to become the world's leading pharmaceutical product.
  • 2006: Launch of the Xience V drug-eluting stent. It goes on to become the market leader.
  • 2010: We continue our focus on globalism as we become the largest pharmaceutical company in India, the world's second-largest country by population.
  • 2013: Beginning of a new era for Abbott, as a more global, consumer-focused company than ever before, we created a new, Fortune 200 corporation, AbbVie, from our former proprietary pharmaceutical business.
  • 2014: Abbott establishes a strong new expression of its corporate identity with"Life. To The Fullest." The company promotes its identity more vigorously than ever before, advertising to consumer audiences around the world and becoming the sponsor of the Abbott World Marathon Majors, a series of the world’s most prominent races.
  • 2014: With the launch of its cutting-edge continuous glucose monitoring system, FreeStyle Libre, Abbott revolutionizes diabetes care by eliminating the need for routine fingersticks. 1
  • 2016: Abbott launches the first systems in its Alinity series, a family of diagnostics and informatics systems that represent a major leap forward in terms of reliability, cost, capacity, space efficiency, and ease of use. We are creating the future of diagnostic labs.
  • 2017: In its largest acquisition ever, Abbott acquires St. Jude Medical, adding breakthrough inventions and extensive expertise across the areas of cardiovascular and neuromodulation. Abbott now competes in nearly every area of cardiovascular health and holds the No. 1 or 2 positions in a variety of large, high-growth markets.
  • 2017: Abbott acquires Alere Inc., making Abbott the leader in point-of-care diagnostic technology filling out its array of diagnostics technologies. Abbott now holds the No. 1 position in rapid testing for cardiometabolic disease, infectious disease and in toxicology.
  • 2020: Following the outbreak of the COVID-19 pandemic, Abbott quickly launches multiple new COVID-19 diagnostic tests, from assays that run on high-throughput instruments capable of handling large volumes of tests at once, to self-contained point-of-care devices that deliver reliable, on-the-spot results, fast. Employees work tirelessly to support communities in need and ensure continued access to medical devices, diagnostics, medicines and nutrition products without disruption.

You can learn more about our rich history in "A Promise for Life: The Story of Abbott." Featuring hundreds of historical images and over 400 pages, this comprehensive history draws on materials from our extensive archives, vintage interviews with key Abbott people and information in the public record to create a detailed portrait of our remarkable company and the accomplishments we've achieved. Click here to download a PDF of our e-book.

A FUTURE FULL OF POSSIBILITIES
For more than 130 years, we've adapted to an increasingly complex healthcare environment by keeping our focus where it belongs—on helping people achieve their best possible health, in all stages of life, around the world. And that’s a goal we'll continue to pursue far into the future.

1 Fingersticks are required for treatment decisions when you see Check Blood Glucose symbol, when symptoms do not match system readings, when you suspect readings may be inaccurate, or when you experience symptoms that may be due to high or low blood glucose.


The Evolution Of Car Suspension

Have you wondered how suspension for cars came to life? The suspension system in your cars allows you to have a comfortable drive, and if we didn’t use them, we would all be wearing crash helmets while driving. This begs the question, how did the system come into effect in the first place? If you’re interested in the history of this incredible technology, here’s the answer below!

Let’s go back to 1904 and meet a young man by the name of William Brush, who, when cruising through the countryside, decided to take a corner a bit too fast, causing the front wheel to skitter on a dirt shoulder and slam into a deep rut. This caused the wheel to shake violently, sending shock waves throughout the front of the car and resulted in William ending upside down in cow pasture.

The car belonged to his brother Alanson, who wasn’t exactly charmed to hear about what had happened to his vehicle, but the whole accident did triggered a thought with Alanson, because he was trying to design a new car at the time.

By 1906, Alanson and William unveiled the Brush Two-Seat Runabout, a car featuring two innovations that had never been seen in a car at the time – front coil springs and shock absorbers mounted on a flexible hickory axle. At the time this was seen as very unusual, as most car manufacturers were still using leaf springs, since they were cheaper and could be reshaped to support different vehicle weights.

Coil springs then went on a hiatus for 25 years before General Motors, in 1934, reintroduced the coil spring front suspension. Their unique feature was that each wheel now sprung independently from each other, which lessened the effect of spring bounce. Since then, most car manufacturers switch the type of coils – leaf vs coil – depending on the weight of the car.

The problems that arose from coiled suspension was that when made too stiff, the ride was extremely uncomfortable, since the coils respond quickly to large bumps in the road. When the coils were made more flexible, the driver and passengers experienced a constant state of motion.

No situation was ideal here, but then came along shock absorbers to save the day and the blend of spring coils with shock absorbers created the template for the modern car suspensions of today.

If you want to find out more about your car’s suspension system, contact us today!


Abilities [ edit | editar fonte]

Misfortune Hand [ edit | editar fonte]

It can cause extreme misfortune to anyone within the user's vicinity and cause financial crisis to the point where even rich people can lose all their wealth instantly. It can also cause people to suffer from severe physical and mental conditions such as losing their teeth. It can also destroy relics within the user's vicinity and nullify the abilities of any relic within the user's vicinity. This ability was dependent on the user's happiness until the risk was completely satisfied but can still become berserk on the user's happiest and saddest days like fire touching oil.

Wealth Hand [ edit | editar fonte]

It can create a variety of money, gold, luxury items, and expensive wine. It can also maximize luck and fortune for someone and ensure that the Heungbu and Nolbu's Gourd would only produce powerful or useful A rank and S rank relics and not summon a powerful disaster. This ability was unlocked after Seo Joo-Heon and Irene Holton acquired and dominated the other half of the relic but remained locked until they completely satisfy the risk which was accomplished after they slept together.

Synergy with Tutankhamun's Mask [ edit | editar fonte]

It can amplify the range and powers of misfortune and destitution.

Synergy with Daji's Relic [ edit | editar fonte]

It can cause people to fall for the user and obey his or her every command.


"Therefore the LORD was very angry with Israel, and removed them from His sight there was none left but the tribe of Judah alone. . And the LORD rejected all the descendants of Israel, afflicted them, and delivered them into the hand of plunderers, until He had cast them from His sight." (The Book of 2 Kings)

Isa 10:5-7 "Woe to Assyria, the rod of My anger And the staff in whose hand is My indignation. I will send him against an ungodly nation, And against the people of My wrath I will give him charge, To seize the spoil, to take the prey, And to tread them down like the mire of the streets. Yet he does not mean so, Nor does his heart think so But it is in his heart to destroy, And cut off not a few nations."

The Northern Kingdom consisted of 10 of the tribes (excluding Judah and Benjamin). It lasted for about 210 years until it was destroyed by Assyria in 722 BC. Its capital was Samaria. Every king of Israel was evil. In the northern kingdom there were 9 dynasties (family lines of kings) and 19 kings in all. An average of 11 years to a reign. 8 of these kings met death by violence.

The epitaph written over every one of its kings was:

I King 15:34 "and he did evil in the sight of the LORD, and walked in the way of Jeroboam, and in his sin by which he had made Israel to sin."

It was king Ahab who introduced Baal worship to them.

I King 16:30-33 "Now Ahab the son of Omri did evil in the sight of the LORD, more than all who were before him. And it came to pass, as though it had been a trivial thing for him to walk in the sins of Jeroboam the son of Nebat, that he took as wife Jezebel the daughter of Ethbaal, king of the Sidonians and he went and served Baal and worshiped him. Then he set up an altar for Baal in the temple of Baal, which he had built in Samaria. And Ahab made a wooden image. Ahab did more to provoke the LORD God of Israel to anger than all the kings of Israel who were before him."

The last king was Hoshea (2 Ki 17). The petty wars of the past, wars with Syria and Edom, Ammon and Philistia, were now to give way to war on an ominous new scale. A world empire was being gathered into the ruthless hands of the Assyrians. The ruthless and cruel Assyrians (under Sargon II) besieged Samaria for 3 years and finally it fell, Israel was doomed. The Assyrians hauled them away into captivity (722 BC).

But the Lord always reminded them of why judgment came:

II Ki 17:7-23 "For so it was that the children of Israel had sinned against the LORD their God, who had brought them up out of the land of Egypt, from under the hand of Pharaoh king of Egypt and they had feared other gods, and had walked in the statutes of the nations whom the LORD had cast out from before the children of Israel, and of the kings of Israel, which they had made.

Also the children of Israel secretly did against the LORD their God things that were not right, and they built for themselves high places in all their cities, from watchtower to fortified city. They set up for themselves sacred pillars and wooden images on every high hill and under every green tree. There they burned incense on all the high places, like the nations whom the LORD had carried away before them and they did wicked things to provoke the LORD to anger, for they served idols, of which the LORD had said to them, "You shall not do this thing."

Yet the LORD testified against Israel and against Judah, by all of His prophets, every seer, saying, "Turn from your evil ways, and keep My commandments and My statutes, according to all the law which I commanded your fathers, and which I sent to you by My servants the prophets." Nevertheless they would not hear, but stiffened their necks, like the necks of their fathers, who did not believe in the LORD their God. And they rejected His statutes and His covenant that He had made with their fathers, and His testimonies which He had testified against them they followed idols, became idolaters, and went after the nations who were all around them, concerning whom the LORD had charged them that they should not do like them.

So they left all the commandments of the LORD their God, made for themselves a molded image and two calves, made a wooden image and worshiped all the host of heaven, and served Baal. And they caused their sons and daughters to pass through the fire, practiced witchcraft and soothsaying, and sold themselves to do evil in the sight of the LORD, to provoke Him to anger.

Therefore the LORD was very angry with Israel, and removed them from His sight there was none left but the tribe of Judah alone. . And the LORD rejected all the descendants of Israel, afflicted them, and delivered them into the hand of plunderers, until He had cast them from His sight. For He tore Israel from the house of David, and they made Jeroboam the son of Nebat king. Then Jeroboam drove Israel from following the LORD, and made them commit a great sin. For the children of Israel walked in all the sins of Jeroboam which he did they did not depart from them, until the LORD removed Israel out of His sight, as He had said by all His servants the prophets. So Israel was carried away from their own land to Assyria, as it is to this day."


Assista o vídeo: ODWRÓCENIE ZŁA


Comentários:

  1. Wolcott

    Este é um colosso)

  2. Daishicage

    Em trabalho vaidoso.

  3. Vusar

    Na minha opinião você não está certo. Eu posso provar. Escreva para mim em PM, nós lidaremos com isso.

  4. Baldemar

    Este post realmente me ajudou a tomar uma decisão muito importante para mim. Agradecimentos especiais ao autor por isso. Aguardo novos posts seus!

  5. Cupere

    Sim Legal,



Escreve uma mensagem